Comprar Ingressos

PERFORMANCE

Aby Cohen e Renato Bolleli

Aby Cohen e Renato Bolleli

09 e 10.06.18: sábado e domingo 20h

RESISTÊNCIA / PROJETO CENA#3: INTERSECÇÕES


Produção experimental que explora o DESENHO DA CENA como PERFORMANCE através de narrativas não-verbais. Esta é a segunda etapa do projeto INTERSECÇÕES, na qual o foco é criar uma síntese em formato de performance a partir do que foi produzido, em etapa anterior, por um coletivo de artistas de diversas áreas do desenho da cena: cenografia, iluminação, figurino, som, visagismo, teatro de animação, entre outras. O resultado deste trabalho participará da Mostra do Brasil na Quadrienal de Praga de 2019.


INTERSECÇÕES acontece em duas etapas: a primeira em formato de residência artística para a criação de cenas, instalações e performances em conexão com o contexto na qual acontece; a segunda transpõe essas criações, para outro lugar e tempo, para elaborar uma síntese em formato de performance.


INTERSECÇÃO 01, a primeira de uma série de 5, teve sua primeira etapa realizada no MITsp2018, no Memorial da Resistência, em São Paulo e por isso recebe o título: RESISTÊNCIA. Nesta segunda etapa, da síntese, rastros são trazidos do processo e do resultado apresentado no Memorial da Resistência, como registros e disparadores, na composição de um roteiro que, a partir da resposta dos participantes e do público, sofre adaptações e, inevitavelmente, cada abertura do processo será diferente ao longo da ocupação.

 

TEMPO DE DURAÇÃO:

90 minutos

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA:

14 anos

 

FICHA TÉCNICA

Concepção do projeto: Aby Cohen

Direção: José Roberto Jardim

Mediação e curadoria: Aby Cohen e Renato Bolleli Rebouças

 

Assinatura compartilhada de criação e realização:

Alicio Silva – Ana Carolina Guedes Vianna – Dalmir Rogério Pereira –  Daniel Ducato – Daniele Geammal – Debora Lutz – Erika Schwarz – Fabricio Lins –  Fany Magalhães – Ivon Mendes – Julia Armentano – Juliana Luiza Choma –  Keity de Oliveira Valença – Lucas de Oliveira – Marcelo Girotti Callas – Maria Celina Gil – Nadia Moroz Luciani – Roderick Steel – Silvana Marcondes – Vanessa Dias – Renata Castillo –

 

Apoio de Produção:

Denise Fujimoto

Audio-visual:

Roderick Steel


ABY COHEN, é cenógrafa, diretora de arte e curadora, atuante no teatro, cinema e exposições. Premiada com a TRIGA DE OURO na QUADRIENAL DE PRAGA 2011 pelo projeto expositivo e curatorial para a Mostra Nacional Brasileira. Curadora internacional da PQ2015 SharedSpace/ Politics e autora da instalação-ocupação- performance TERRA DE NINGUÉM na PQ2015. Começou no teatro, como cenógrafa, com o diretor Antunes Filho em 1992. Desenvolve projetos no Brasil e exterior, foi responsavel pela identidade visual do ESPAÇO BRASIL no ANO do BRASIL em PORTUGAL 2012/13 e recebeu outros importantes prêmios internacionais, como o IDCA – International Comunication Design Awards/2013. Autora e designer do projeto DESENHOS DE CENA #1, SESC São Paulo /2016 e, DESENHOS DE CENA #2: PLAYGROUND PROJECT, para o WORLD STAGE DESIGN emTaiwan, 2017, evento no qual atuou como curadora. Seu mais recente projeto CENA#3: INTERSECÇÕES é colocado a serviço da representação do Brasil na PQ2019. Doutora em Artes pela ECA – USP, onde leciona Cenografia como professora substituta. Vice-Presidente da OISTAT 2013-2017. Curadora Geral e da Mostra Nacional do Brasil na PQ2019.

 

JOSÉ ROBERTO JARDIM é diretor, iluminador, dramaturgo e ator. Iniciou sua carreira artística em 1989 praticando Ópera de Pequim. Em 1998 ingressa na EAD, Escola de Arte Dramática da USP. Membro fundador da companhia Os Fofos Encenam, na qual permaneceu por 12 anos, participando de inúmeros espetáculos como ator e outros como assistente de direção do dramaturgo e diretor Newton Moreno. Fundou a sua própria companhia, a Cia. Portrait de Teatro. No teatro dirigiu textos de Michelle Ferreira, Dênio Maués, Newton Moreno e Matei Visniec, além de cinco espetáculos com textos de Sérgio Roveri, seu parceiro artístico há mais de 14 anos. Em 2016 dirigiu e encenou: Não Contém Glúten, pelo qual foi indicado ao Prêmio APCA de Melhor Direção; e Adeus, Palhaços Mortos, que ganhou Melhor Direção pelo Prêmio Aplauso Brasil, Melhor Direção pelo Prêmio Questão de Crítica – RJ, eleito o Melhor Diretor de 2016 pelo Site UOL, eleito entre os Três Melhores Espetáculos Do Ano pelo Jornal O Estado de São Paulo, e um dos Dez Melhores Espetáculos do Ano do Rio de Janeiro pelo crítico e jurado Daniel Schenker, indicado ao prêmio APTR 2017 – RJ por Melhor Direção, e convidado para representar o Brasil no Festival Internacional WSD – Taiwan 2017. Fez parte da comissão curatorial da Virada Cultural de São Paulo 2018 a convite da Secretaria de Cultura.


RENATO BOLELLI REBOUÇAS é Diretor de arte, cenógrafo, figurinista, arquiteto e pesquisador. Cria projetos para teatro, dança, performance, cinema, expografia e eventos desde 2003. Recebeu o PRÊMIO SHELL DE CENOGRAFIA por Arrufos, que integrou a Quadrienal de Praga em 2011. Representou ainda o país como artista convidado, integrando o o projeto Desenhos de Cena #2, no World Stage Design em Taipei, em 2017. Integrante da plataforma UAP na zona rural de Cotia, onde coordenou o Programa de Residências e Intercâmbios Artísticos em 2017. É doutorando do Laboratório de Práticas Performativas da ECA/USP. Curador adjunto da mostra brasileira na Quadrienal de Praga de 2019.


foto divulgação: Caio Schwantes _Cena3 Interseccoes

DANÇA

Fabrício Licursi: Dança pra Esquecer o Vô 26 e 27.05, 02 e 03.06.2018: sáb e dom às 20h

Fabrício Licursi: Dança pra Esquecer o Vô

MÚSICA

Edgard Scandurra: o operário do rock 07, 14, 21 e 28.05.18: segundas às 20h

Edgard Scan­durra: o ope­rário do rock

MÚSICA

Guizado: o multiverso em colapso 08, 15, 22 e 29.05.18: terças às 20h

Guizado: o multi­verso em colapso

MÚSICA

Garotas Suecas 05,12,19 e 26.06.18: terças às 20h

Garotas Suecas

AULAS

Práticas do Tai Chi e Chi Kung terças, às 8h30

Práticas do Tai Chi e Chi Kung