Comprar Ingressos

TEATRO

um dia...

19 e 20.10.02

Realidades que escolhemos normalmente “não olhar”, que pertencem ao “outro”, mas não a nós, e assim continuamos seguros e aquecidos em nossas casas, confortáveis em nossa ignorância.


Quando nossos olhos vêem; corpos, gestos, vozes, palavras, músicas, começam a emergir… Ecos do passado e visões cortantes do presente.


Um dia… no qual dois seres buscam sobreviver juntos, face a uma condição destroçada, enfrentando tudo o que há de escuro, enlouquecedor e caótico.


O projeto deste espetáculo teve início a partir do desejo de dar corpo e voz a situações de trauma.


Condições extremas de sobrevivência a que estão submetidos seres humanos, assim como muitos outros animais, sejam elas situações de guerra, de fome, de cárcere, de falta de moradia digna; todos eles vítimas de condições inaceitáveis.


Uma coletânea de textos, fotografias, pinturas, reportagens jornalísticas e a forte experiência vivenciada através do contato direto com moradores das ruas de grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, formaram o material de pesquisa para a encenação do espetáculo , incluindo os textos que o compõem. Este material foi coletado e manipulado durante um período de dois anos, segundo o desenvolvimento de uma das linhas de pesquisa do LUME, a Mímesis Corpórea, que tem por base a imitação e a corporificação de ações físicas e vocais encontradas em imagens do cotidiano.


FICHA TÉCNICA

Ana Cristina Colla, Naomi Silman e Raquel Scotti Hirson criação

Ana Cristina Colla e Raquel Scotti Hirson atuação

Naomi Silman direção

Lume/UNICAMP produção

Duração: 70 minutos


CURRICULUM DO GRUPO:

O LUME é um Núcleo de Pesquisa Teatral da Universidade Estadual de Campinas, cujo foco de atenção é o trabalho do ator, sua técnica e sua artes. Criado em 1985, o LUME, vem se dedicando a elaborar e codificar técnicas corpóreas e vocais de representação, redimensionando o teatro, enquanto ofício, como uma arte do fazer e o ator como um artesão que executa ações.

Nosso objetivo é estudar a arte de ator em profundidade, focando seus diversos componentes – suas técnicas e métodos de trabalhos. Não estamos preocupados com a produção artística, mas, primeiramente, em pesquisar o homem e seu corpo-em-vida em situação de representação – o ator enquanto pessoa, enquanto filho de determinada cultura e enquanto profissional do palco.

A meta de nossas buscas é a obra de artes, mas nos concentramos no como fazer, pois entendemos que, no domínio da artes, a técnica e a criação são inseparáveis. Por esse motivo, ao longo dos anos, o LUME elaborou técnicas corpóreas e vocais de representação a partir da corporeidade pessoal de cada ator. Além disso, estabelecemos fortes conexões de trabalho com grupos e indivíduos de diversas partes do mundo como Eugenio Barba, Iben Nagel Rasmussem e Kai Bredholt (Odin Teatret – Dinamarca). Natsu Nakajima (Mestre de Butoh- Japão); Nani Colombaioni (mestre de clown, Itália). Cada um destes grupos e/ou indivíduos têm sua própria metodologia e oferecem ao ator diferentes caminhos e possibilidades de trabalho.

Hoje, como resultado de suas pesquisas, o LUME possui uma metodologia para desenvolvimento de técnicas pessoais de representação para o ator; uma maneira particular de se trabalhar o clown e a utilização cômica do corpo; bem como a Mímesis Corpórea: imitação e tecnificação das ações do cotidiano.